top of page
  • Foto do escritorPlástica e Forma

Quanto mais treino melhor? Especialista alerta para risco de overtraining; entenda!


Perda de performance no treino devido a exageros pode estar acompanhada de outros sintomas e prejudicar não apenas a rotina de exercícios físicos, como também o dia a dia profissional e pessoal.


A prática de exercícios físicos é extremamente importante para a saúde e para alcançar determinados objetivos, como melhorar performance, ganhar massa muscular e emagrecer. Entretanto, é importante tomar alguns cuidados e não ‘exagerar na dose’, respeitando o descanso entre os treinos.

“Muita gente acha que quanto mais treino, melhor, mas assim como sedentarismo, a atividade física em excesso também pode causar inúmeros prejuízos, principalmente se a pessoa chega no overtraining”, explica José Corbini, personal trainer e sócio do aplicativo de saúde integrativa Personal Virtual.

Mas afinal, o que é overtraining? De acordo com o especialista, é quando ocorre a perda de performance da pessoa por conta do treinamento excessivo, sem descanso adequado, com grande volume e intensidade, atrapalhando a recuperação do corpo. “Esse processo é caracterizado pela diminuição de rendimento nos treinos, mas também pode causar sintomas físicos, cognitivos, fisiológicos e até mesmo psicológicos”, resume Corbini.

O primeiro passo para não chegar nessa situação é procurar um profissional para acompanhar e montar os treinos. “Quando um professor vai elaborar um treino, leva diversos fatores em consideração: objetivo, rotina, e o descanso deve estar nessa periodização, conforme a necessidade de cada um”, explica o educador físico.

Respeitando o planejamento feito pelo profissional, os riscos de chegar no overtraining são praticamente nulos. “É claro que dar um feedback para os profissionais que te acompanham é importante, afinal, há fases em que estamos mais atarefados no trabalho ou em casa, e o cansaço pode ser mais intenso, contribuindo para a diminuição de rendimento em outras tarefas, como a academia”, complementa o personal trainer.

Riscos do overtraining

Uma pessoa que treina sem descanso, de forma muito intensa sempre e com muita carga, também tem uma chance maior de desenvolver lesões, perda de condicionamento físico, força e resistência, fadiga crônica e até mesmo aumento de frequência cardíaca em repouso. “Ou seja, a pessoa exagera no treino por acreditar que será melhor para alcançar seus objetivos, mas, na verdade, pode estar atrasando seu progresso, já que as consequências podem até mesmo afastá-las dos treinos por um período, dependendo da gravidade das lesões, por exemplo”, comenta o profissional.

Os riscos do overtraining ainda vão além, e podem prejudicar também o sono, o humor e até mesmo a imunidade. “Dependendo dos sintomas, não somente o treino pode ser comprometido, como também a vida pessoal e profissional”, complementa.

Como tratar

Se o exagero nos treinos está causando consequências, o ideal é a diminuição da rotina de exercícios e, muitas vezes, ela deve ser feita de forma drástica. “Nos casos mais graves, pode ocorrer até mesmo a interrupção dos exercícios físicos e até mesmo de competições, até que a situação se amenize”, pondera Corbini.

“O quadro de overtraining é reversível quando não traz consequências graves, como lesões ou alterações hormonais, por isso é importante ter acompanhamento profissional, que envolve personal trainer, nutricionista e até mesmo fisioterapeuta e médico do esporte, em níveis mais avançados”, finaliza.

Sobre o Personal Virtual: É um aplicativo de Saúde completo e integrativo criado pelo personal trainer José Corbini e pelo profissional de TI João Augusto, que se conheceram em uma academia de Araraquara, interior de São Paulo. A plataforma conta com treinos personalizados para cada aluno, além de serviços nutricionais e atendimento psicológico. Os atendimentos são 100% online e realizados via app. Deste modo, cada pessoa tem a possibilidade de adaptar sua rotina saudável, conforme sua disponibilidade.


José Corbini - 054237-G/SP

Instagram - @joseantonior.corbini

Comments


bottom of page