top of page
  • Foto do escritorPlástica e Forma

Quem sou? Onde estou? Aonde quero chegar?

Atualizado: 23 de abr.


Imagem: Pinterest


Trouxe aqui mais alguns questionamentos necessários para sua compreensão do seu verdadeiro ser.


Existimos em um mundo que nos exige o tempo todo ser alguém na vida, mas você já parou para se perguntar o que realmente é ser alguém na vida? O que te ensinaram sobre isso? Ser você não é o suficiente? Você sempre tem que estar buscando ser alguém com prestígio, alguém que tenha algum destaque social ou econômico. Vejo que a sociedade nos empurra nessa direção, nos voltando apenas para o externo, são tantas distrações e imposições que acabamos perdendo nossa verdadeira identidade.


Como ninguém ensina o caminho para dentro, permanecemos cada vez mais fora e distantes do nosso eu real, buscando prazer em ter ao invés de ser e isso gera um vazio existencial. Não estou dizendo aqui que é errado querer ter as coisas, mas quando você se deixa ser possuído pelas coisas, ao invés de possuí-las aí sim mora o erro.


Obviamente ser alguém bem-sucedido não tem problema nenhum, pelo contrário, é preciso que todos os seres humanos se identifiquem com a abundância e com a prosperidade. O que quero que você compreenda é que só a parte material, deixa um vazio na existência. É importante a distinção entre o ter e o ser.

Imagem: Pinterest


Somos seres espirituais, necessitamos nos identificar com coisas mais sutis, para que a verdadeira prosperidade possa fluir de maneira harmônica em nossas vidas. Quando se desbloqueia a verdadeira abundância ela preenche todas as lacunas vazias de nossas vidas. Nesse ponto estamos vibrando em sintonia com o universo, estamos vivendo nosso dharma, e teremos muito mais clareza quando passarmos alguma situação difícil, viveremos com mais leveza e otimismo. Para isso começar a fluir é necessário nos desfazermos de algumas crenças que nos limitam, será preciso uma reconexão com nossa alma, com nossa essência.

Imagem: Pinterest


O primeiro ponto a se aprender e um dos mais importantes é que somos seres espirituais vivendo uma experiência material. Somos uma alma que possui um corpo, não um corpo que possui uma alma. Estamos aqui não somos daqui. Um dia esse corpo irá morrer, mas, nós não morremos. Aqui entramos no segundo ponto, a morte é a maior de nossas ilusões. A morte é o fim do corpo e não da alma, a consciência é imortal, somos seres imortais. Viemos para esse planeta, para esse plano, para termos experiências necessárias para nosso desenvolvimento espiritual.

Imagem: Pinterest


Essa não é nossa primeira encarnação e não será a última, ao longo de nossas encarnações geramos karmas tanto positivos como negativos, o que não conseguimos pagar em vida, voltamos para acertar as contas em outras vidas. Por isso nos encontramos em um planeta de provas e expiações, estamos todos aqui para evoluir e quitar algum karma. Assim que não for mais necessário encarnar nesse plano, passamos para outros planos mais elevados.


Aqui deixo mais um exercício de reflexão para vocês, podem anotar também se acharem relevante, eu prefiro anotar, mas cada um faz como preferir.

Reflita sobre o que você quer TER e o que você quer SER na vida.

Quando essa existência acabar como você quer ser lembrado?


Camila Zanetti

Paz, amor e luz


2 Comments


Rafaella Sisto
Rafaella Sisto
Oct 18, 2023

Ótima reflexão, e eu venho pensando exatamente nisso nos últimos 2 dias, como eu quero ser lembrada quando eu partir... Lindo conteúdo, transbordante obrigada.

Like
camilazanetti90
Oct 18, 2023
Replying to

Obrigada 🙏🏼

Like
bottom of page