• Revista Plástica e Forma

ZERO GORDURA TRANS, SEU CORPO EM DIA


Por Karoliny Fernandes

Pós graduada em nutrição clínica e funcional, formada pelo Centro Universitário São Camilo, em 2004, em São Bernardo do Campo, Karoliny Fernandes, incentivada pela mãe, descobriu o caminho da Nutrição desde o curso técnico, na adolescência, e de lá pra cá não parou mais.

Não demorou muito para esta mineira de Poços de Caldas, arranjar um jeito de fazer a diferença em um mercado cada vez mais ávido por fórmulas de saúde perfeita e boa forma a todo custo.

Partindo do princípio que o menos é mais, Karoliny optou por trabalhar a questão do alimento sendo seu próprio remédio.

Falar de alimentos, como fonte de remédio, parece lugar comum, só que não! Quem consegue fazer esta máxima funcionar com disciplina e harmonia, encontra a verdadeira fórmula de saúde para sempre.

Atualmente Karoliny atua na área de Coach de emagrecimento e nutrição comportamental e nós da PLASTICA E FORMA batemos um papo com a nutricionista para ficarmos a par das notícias que saíram recentemente na rede, sobre o fim da Gordura Trans Até 2023.

1- Karoliny, a OMS recentemente anunciou que vão acabar com a Gordura Trans até 2023, o que você acha desta notícia? É um assunto muito polêmico, pois mexe com o "ego" da indústria alimentícia (digo ego pelo lado de vendas, de estar no mercado, de ser pioneiros de vendas, etc..), onde pode acontecer de alguns alimentos não serem mais vendidos ou até mesmo de superfaturarem os produtos, por não ter gordura trans. Por outro lado, há uma luz no fim do túnel para aqueles que se sentem presos e sem opção de alimentos mais saudáveis e para quem já vem buscando uma qualidade de vida com alimentos mais saudáveis, mais naturais e poder melhorar ainda mais seu estilo de vida. Vai abrir um leque maior de opções de alimentos mais saudáveis. Além de favorecer um emagrecimento mais equilibrado, balanceado, consciente e saudável, vai ajudar aqueles que já têm um corpo magro a manter seu peso ideal. Este plano da OMS vai ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares, mas muito mais com relação a uma das doenças mais graves que temos e que cresce de forma desenfreada em nosso meio, que é a obesidade. A própria OMS em 2017, divulgou que mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade já atinge a 20% das pessoas adultas. Destes 20%, a maioria são mulheres. Essa campanha veio em um momento muito bom para os profissionais que, assim como eu, trabalham com muita dedicação para ajudar as pessoas a terem mais saúde (física, emocional, mental), a terem mais longevidade, mais qualidade de vida, bem estar, um corpo mais magro, mais leve,.

2- Além de evitar o consumo deste tipo de gordura e cuidar da alimentação o que é mais importante para evitar a obesidade e doenças graves?

A saúde é emocional e mental, porque o comer está ligado ao sentimento, à emoção, ao comportamental. E isso deve ser trabalhado num ambiente de emagrecimento de forma mais delicada, profunda, sustentável (diferente de uma dieta da moda, que te causa um efeito sanfona eterno, além de trazer disfunções em seu organismo, prejudicando sua saúde e disposição, causando deficiências vitamínicas graves). O ser humano não deve ser tratado por partes, ele é único e deve ser tratado de forma integral e sistêmica. As pessoas vão entrando num estado de desespero, de que não há mais saída, porque já procurou nutricionista, já fez todas as dietas possíveis e imagináveis que falaram pra ela que dá certo, mas não conseguiu emagrecer 1 grama sequer. Nesse desespero e desânimo, ela acha que a solução está em fazer uma cirurgia para reduzir o estômago e muitas começam a fazer loucuras para engordar mais para poder fazer a cirurgia. Fazem de tudo, literalmente para realizarem a cirurgia... Mas, melhor que mutilar seu corpo, seu órgão que te dá tanto prazer em comer, é tratar a mente, tratar a forma de ver a comida, transformar a culpa e arrependimento de ter comido, pelo prazer e satisfação daquele momento. Esses 20% da população, também merecem ser felizes com seu corpo, porque a vida pode ser mais leve (esse é meu lema / slogan).

3- Qual o mapa perfeito para ter uma boa saúde, longe desta tal gordura trans?

Cada um pode criar o seu mapa perfeito, eu gosto de dizer ideal: pois eu preciso estar bem comigo mesma, preciso também me permitir em alguns momentos. Por isso eu digo que a vida pode ser mais leve. Tem algumas pessoas que vão optar por uma alimentação sem carnes, leite e derivados, ovos, mas que podem estar consumindo algum tipo de gordura trans industrializada. E está tudo bem, por que não é uma quantidade agressiva para o corpo dessa pessoa. O segredo está exatamente nesta palavra: equilíbrio! E somada a isto, está a consciência: se eu sei que isto pode prejudicar minha saúde, não irei comer certos tipos de alimentos. O excesso prejudica, o excesso causa problemas. Não posso ficar acumulando o "só dessa vez", pois o que era exceção vira regra. Mapa ideal é: faça um balanço dos alimentos que você tem ingerido; tem frituras? Tem muitos industrializados? Tem muito lanche (fastfood)? Tem muito creme, molho? Qual a frequência da ingestão desses alimentos? Se estiver sendo todos os dias, ou dia sim-dia não, você precisa prolongar essa ingestão para uma vez por semana, quinzenal e até mensal. Um fator muito importante aqui neste mapa é se você faz exercícios físicos diariamente. Isso influencia diretamente! Bora lá: procure mais por: verduras, legumes, frutas, alimentos integrais, temperos naturais, óleos de boa qualidade, oleaginosas, carne branca (de preferência), leite de origem animal e vegetal.

4- Você criou um programa que ajuda mulheres a eliminar 7 kg em 21 dias, como é este desafio?

O Programa Leve, Magra e Poderosa, é um programa de 21 dias para a pessoa que: deseja eliminar até 7 Kg em 21 dias; que quer começar a se sentir bem com suas roupas e ter mais disposição no seu dia e otimizar os resultados de ter um corpo mais magro que deseja emagrecer de forma natural, sem remédios, sem passar fome; e voltar a se olhar no espelho sem medo ou vergonha e com muito mais amor próprio, segurança, plena e feliz. Uma transformação do físico e da mente. Assim o programa ajuda a mulher voltar a vestir as roupas que deseja, a escolher suas roupas, sem se preocupar se vai ter o seu tamanho ou não - pois a maioria destas mulheres com obesidade, são as roupas que as escolhem. O desejo de toda mulher e olhar uma roupa na vitrine da loja, gostar da cor ou do modelo, entrar e pedir para provar, ver que caiu como uma luva e levar pra casa.

5-Quais as dicas da nutri para as leitoras da PLASTICA E FORMA? A maioria dos alimentos que for embalado pode conter gordura trans. Então vamos à feira e mão na massa! A cultura da praticidade e facilidade também trouxe o lado das doenças. Quanto mais natural melhor! Quanto menos embalado melhor! Sou a favor de o alimento ser seu remédio. E é claro, beba água! A média é de 2 litros por dia. Porém, cada um tem um peso, então cada um tem uma quantidade de água que precisa ingerir por dia

Karoliny Fernandes

Insta karol_nutricoach

FOTOS ANDRÉ CRUZ –

REPORTAGEM MÁRCIA DORNELLES

#nutricionista #alimentação #saude #nutrição

1 visualização