• Revista Plástica e Forma

Carotenoides: filtros solares comestíveis.


Carotenoides: filtros solares comestíveis


Os carotenoides são antioxidantes que dão pigmento às frutas e vegetais alaranjados e vermelhos. Existem dezenas de carotenoides nos alimentos, porém os predominantes na dieta são β-caroteno, α-caroteno, licopeno, luteína e β-criptoxantina.


A pele é o maior órgão do corpo humano. Ele é exposto a agressões ambientais, das quais a luz ultravioleta é considerada a mais prejudicial. A exposição aos raios ultravioleta pode causar estresse oxidativo, inflamação, eritema, quebra da matriz extracelular, enrugamento e câncer de pele. Na verdade, a exposição solar cumulativa é um dos fatores de risco mais importantes para envelhecimento precoce e câncer de pele.


Existem muitas maneiras de se proteger dos raios ultravioleta, incluindo evitar exposição ao sol, usar roupas de proteção (chapéus, camisas) e protetor solar de uso tópico. No entanto, o potencial para proteção UV na alimentação, contra os danos na pele causados ​​pela luz solar é cada vez mais defendida.


Em comparação com os filtros solares tópicos que requerem reaplicação e têm efeitos localizados, acredita-se que os alimentos forneçam proteção contínua e para todo o corpo. Estudos mostram que os alimentos ricos em carotenoides podem proteger a pele contra envelhecimento precoce, queimaduras solares e câncer de pele.


Por isso, confira aqui alguns alimentos que podem preparar e proteger naturalmente sua pele para o próximo verão


Antioxidantes - combatem os radicais livres que danificam a pele devido à exposição ao sol e ao estresse. Eles também são uma boa fonte de vitamina C, que ajuda na síntese de colágeno.

Boas fontes de antioxidantes são mirtilos, amoras, morangos, limão, laranja, polpa de tomate.


Licopeno - um antioxidante responsável pela cor vermelha da fruta. O licopeno absorve a radiação UVA e UVB, embora possa levar algum tempo para a pele se tornar mais fotoprotetora devido à sua taxa de renovação. Após algumas semanas de consumo diário de licopeno, ele pode agir como um protetor solar natural, porém, isso não substitui outras medidas de proteção, como protetor solar tópico. Mas quando se trata de antienvelhecimento, esta dose extra de licopeno com certeza não fará mal.

Fontes tomate, goiaba vermelha, melancia, pitanga, mamão, pimentão vermelho, caqui repolho roxo.


ômega 3 - Nosso corpo não pode produzir ômega-3, então é essencial que consumimos em nossa dieta. O ômega 3 ajuda a manter a integridade da pele, são anti-inflamatórios e auxiliam o corpo a tolerar naturalmente os efeitos do sol.

Fontes: salmão, sardinha, semente de chia e linhaça


Betacaroteno - Nosso corpo converte betacaroteno em vitamina A, que é essencial para a saúde da pele. Em uma meta-análise, sobre estudos de proteção contra queimaduras solares por betacaroteno, os resultados mostraram que a suplementação dietética em humanos com β- caroteno fornece proteção contra queimaduras solares.

Fontes ricas de β-caroteno incluem frutas amarelas e laranja, como manga e mamão, vegetais de raiz de laranja, como cenoura e inhame e em vegetais de folhas verdes, como espinafre, couve, folhas de batata doce e folhas de cabaça doce


Luteína - A luteína tem um papel bem estabelecido na saúde ocular, atuando como antioxidante e absorvendo a luz azul e nos compartimentos epidérmicos e dérmicos da pele contribuindo para a cor da pele.

A fonte mais rica de luteína são os vegetais de folhas verdes, mas também podem ser encontrados em quantidades significativas em brócolis, milho e ervilhas. Embora os níveis não sejam altos, a luteína também é encontrada na gema do ovo, que é considerada uma fonte altamente bio disponível.


vitamina C - A vitamina C, também conhecida como ácido l- ascórbico, é o principal antioxidante no plasma e nas células. Da mesma forma, o ácido ascórbico é um constituinte normal da pele encontrado em níveis elevados tanto na derme quanto na epiderme. Entretanto o envelhecimento e a exposições excessivas a luz ultravioleta, causam uma diminuição na quantidade de vitamina C em ambas as camadas. Por isso, no verão, é importante ter uma rotina adequada de cuidados com a pele, principalmente aquelas pessoas com manchas, acne e hiperpigmentação.

Fontes de vitamina são limões, laranjas, acerola, abóbora e maracujá.


Vitamina E - Se refere a uma família de oito nutrientes, dos quais α-tocoferol é a forma mais abundante e biologicamente ativa no corpo humano. Este nutriente lipofílico essencial é bem conhecido por seu papel como um antioxidante e protetor dos ácidos graxos poli-insaturados nas membranas celulares.

As fontes alimentares incluem vegetais, óleos vegetais, cereais integrais e nozes.

Mais sobre Dra. Adriana Stavro:

Instagram - @adrianastavronutri

Adriana Stavro - Nutricionista Funcional e Fitoterapeuta - CRN- 43576

Especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein - Mestranda do Nascimento a Adolescência pelo Centro Universitário São Camilo


Fonte:


https://doi.org/10.1111/j.1751-1097.2007.00253.x

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1751-1097.2007.00253.x

Evans, J. A., & Johnson, E. J. (2010). The role of phytonutrients in skin health. Nutrients, 2(8), 903–928. https://doi.org/10.3390/nu2080903

Lourenço, S. C., Moldão-Martins, M., & Alves, V. D. (2019). Antioxidants of Natural Plant Origins: From Sources to Food Industry Applications. Molecules (Basel, Switzerland), 24(22), 4132. https://doi.org/10.3390/molecules24224132

Kozarski, M., Klaus, A., Jakovljevic, D., Todorovic, N., Vunduk, J., Petrović, P., Niksic, M., Vrvic, M. M., & van Griensven, L. (2015). Antioxidants of Edible Mushrooms. Molecules (Basel, Switzerland), 20(10), 19489–19525. https://doi.org/10.3390/molecules201019489