• Revista Plástica e Forma

Microagulhamento - técnica que renova a pele e reduz manchas com agulhadas.


Conheça mais dessa técnica que rejuvenesce o rosto com o cirurgião plástico Dr. Juliano Souto Ferreira - CRM SP 116386


A pele é um dos órgãos que mais sofrem os efeitos do tempo. Por ficar exposta diretamente ao sol, muitas vezes aparenta ter uma idade que não representa a realidade. Isso pode afetar a autoestima de forma negativa, mas, felizmente, existem diversos tratamentos para esse problema. Um dos principais é o microagulhamento que, com o auxílio de pequenas agulhas, estimula a produção de colágeno na área afetada. A substância, que é produzida naturalmente pelo corpo, é um grande auxílio no rejuvenescimento da pele. Ela ajuda a manter a sustentação e elasticidade da pele, o que evita o aparecimento de rugas e flacidez. Acontece que o corpo deixa de produzir essa proteína com o passar dos anos, especialmente após os 40 anos. Mas, o tratamento eleva os níveis novamente, e devolve a beleza jovial à pele. Além do envelhecimento, o microagulhamento é recomendado para o tratamento de cicatrizes, estrias, acnes, manchas na pele e até alguns casos de calvície. A técnica pode ser executada de forma manual com o uso de rollers ou canetas elétricas, que possuem tamanhos de agulhas diferentes, de acordo com a necessidade do paciente, promovendo a penetração de medicamentos nas camadas da pele; ou de forma automatizada (carimbo/ponteira) associada a outras tecnologias como radiofrequência. O cirurgião plástico Dr. Juliano Souto Ferreira explica que o pós procedimento há o uso de medicamentos para acalmar e revitalizar a pele e uso de protetor solar regularmente para minimizar o aparecimento de manchas na pele.

CONTATE-NOS
 

CURTA E COMPARTILHE

CONTATO

©  2017 Todos Direitos Reservados - Revista Plástica & Forma Online