top of page
  • Foto do escritorPlástica e Forma

Conheça qual cirurgia elimina o indesejado queixo duplo ou excesso de pele no pescoço.


A cirurgia de cervicoplastia harmoniza e modela a região do pescoço


á ouviu falar na cervicoplastia? Essa cirurgia plástica tem o objetivo de rejuvenescer a região do pescoço e acabar de vez com a terrível papada. Com o avanço da idade, é natural a pele ir perdendo elasticidade e colágeno. Essa proteína é produzida pelo corpo e contribui para maior resistência da pele, por isso é tão importante e tão conhecida em tratamentos de beleza. A perda do colágeno ou a diminuição de sua fabricação pelo corpo é natural e é esperada com o passar dos anos. O que acaba, também, aumentando as probabilidades de flacidez na área do pescoço.

Outros fatores como emagrecimento ou influências genéticas podem contribuir para um quadro de desproporção nessa região. A cirurgia de correção possui diversas técnicas, a depender do caso e desejo do paciente. Para pessoas que têm o famoso “queixo duplo”, em razão do excesso de gordura na região, o mais indicado é a realização da lipoaspiração na área. Em pacientes que possuem muita pele abaixo do queixo, o indicado é a remoção sem a lipo.

Outros procedimentos podem ser realizados juntamente com a cervicoplastia, como a cirurgia de levantamento das pálpebras, a blefaroplastia ou então a cirurgia de face, a ritidoplastia. Além da manutenção da autoestima, esses procedimentos aumentam a sensação de bem-estar e satisfação do paciente. Entretanto, antes de realizar um procedimento cirúrgico, é necessário se informar sobre os cuidados pós-operatórios e fazer todos os exames.

“O cirurgião deve estar atento aos problemas de saúde do paciente, pois existem restrições, além de solicitar exames mais detalhados e fora do padrão convencional”, alerta Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional — Cirurgia Plástica. Alguns exames podem informar ao médico, por exemplo, se o paciente pode realizar uma cirurgia na face, mas não no abdômen, como e de qual forma deverá ser feita e outros exames podem ser solicitados, como teste ergométrico ou holter.

Antes de qualquer procedimento, sempre será necessária uma avaliação com um cirurgião plástico, para que todas as condições de saúde do paciente sejam checadas, antes de decidir quais cirurgias podem ser feitas. “A cirurgia plástica, quando realizada em ambiente hospitalar e com um médico credenciado, é segura. Para o rejuvenescimento facial vale a pena avaliar a possibilidade de fazer mais de uma plástica no mesmo dia, o que evita que a pessoa passe por dois pré e pós-operatórios”, detalha.

Os cuidados pós-operatórios são tão importantes quanto os pré, pois grande parte dos resultados depende da boa recuperação. Após a cirurgia de remodelagem da região do pescoço, é necessário a utilização da banda compressiva durante o primeiro mês. É fundamental também uma dieta balanceada e sem alimentos duros, que demandem um esforço na mastigação.

Pagar um preço acessível por procedimentos seguros e de qualidade é possível. “Hoje, existem empresas que cuidam especificamente de assessoria administrativa para esta área de procedimentos cirúrgicos, como é o caso do Centro Nacional – Cirurgia Plástica, que torna o processo eficiente e concretiza a tão desejada cirurgia plástica”, explica Korn, reiterando que o pagamento pode ser parcelado, ajudando o paciente a não comprometer seu orçamento.

Centro Nacional Cirurgia Plástica - @centronacionalcirurgia

Comments


bottom of page