• Revista Plástica e Forma

Para um rejuvenescimento facial é melhor: bioplastia ou botox?


O rejuvenescimento de algumas pessoas nem sempre é somente por causa do uso da toxina botulínica

Basta ver um filme no cinema, ir ao teatro ou ver um show ou clip daquele astro musical para observar as transformações faciais e físicas dos famosos e se perguntar: será que pôs botox? Na realidade, há inúmeros procedimentos estéticos e cirúrgicos que podem promover o rejuvenescimento facial ou corporal tão desejado pelas celebridades e também para qualquer pessoa “normal”. Além da toxina botulínica, é possível fazer preenchimento, implantes, peelings físico ou químico, laser, ionização, entre tantas outras técnicas.

Mas quando apenas um procedimento estético parece não ser mais suficiente, muitos estão optando também pela cirurgia plástica, que, na atualidade, dependendo do cirurgião, tem resultado cada vez mais próximo ao natural. Uma das técnicas mais procuradas é a bioplastia, que modifica os volumes faciais por meio de remodelamento. O procedimento tem a vantagem de ser feito sem cortes e pode ser aplicado no rosto e no corpo. É possível redefinir mandíbula, queixo, nariz, corrigir sulcos e rugas, recuperar o volume das mãos, entre outros benefícios para o físico.

Segundo Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional — Cirurgia Plástica, apesar de ser diferente, a bioplastia não concorre com os outros métodos estéticos, que também podem ser utilizados complementarmente, como a cosmiatria, a toxina botulínica, o laser e os peelings. Esses procedimentos podem ser associados de maneira que sejam minimamente invasivos e recuperem ou mantenham a autoestima das pessoas que recorrem a eles.

A bioplastia utiliza produtos de última geração, como o polimetilmetacrilato (PMMA): o material é injetado nos tecidos da pele para a correção das ações do tempo. Além de ser uma cirurgia sem cortes, o processo é rápido, durando cerca de 30 minutos, e o paciente não necessita de internação, podendo voltar às suas atividades habituais no mesmo dia.

Envelhecer, todos envelhecem, mas se é possível retardar as rugas, os sulcos e a flacidez da face, por que não? E se não há como pagar à vista, buscar crédito já é algo possível e habitual, não só para adquirir casa própria, carro e demais objetos, mas também nas áreas de saúde e beleza. Depois de consultar o especialista e ter um orçamento, é necessário buscar uma empresa como o Centro Nacional — Cirurgia Plástica, que presta assessoria administrativa e financeira a quem deseja obter crédito e parcelar pagamentos em cirurgias plásticas, tratamentos estéticos ou odontológicos.

www.plasticaparcelada.com.br

Elisama Reis

Jornalista | Estilo Press

(11) 94792-1620/ (11) 3031.6982

#cirurgiaplastica #saude #estetica #beleza #mulher #homem