• Revista Plástica e Forma

Você tem medo ou fobia de dentista? Veja as nossas dicas para enfrentá-lo:


A fobia ou medo vem do latim métus e significa temor, desassossego, inquietação, ansiedade etc. O medo é uma inquietação angustiosa frente a um risco real ou imaginário.

O medo de dentista ou fobia de dentista, também conhecido como odontofobia é um sentimento que atinge uma grande parcela da população. Em alguns estudos, estima-se que cerca de 50% das pessoas vão ao dentista com alguma dose de ansiedade. Os odontofóbicos, porém, representam cerca de 10% da população. Muitas vezes esta fobia está associada a experiências traumáticas não somente frente ao tratamento odontológico, mas também como ao tratamento médico, etc. As conseqüências deste medo são importantes: uma pesquisa norueguesa publicada na revista Community Dentistry and Oral Epidemiology analisou o impacto da odontofobia na saúde bucal. O quadro é desencorajador: pessoas que sofrem com o problema apresentam incidência de cáries, placas de tártaro, patologias gengivais, perda de dentes e abscessos de forma nitidamente superior à média. O estudo também confirmou uma progressão linear já esperada: quanto maior o medo do dentista, maior a tendência a adiar a consulta, com evidentes conseqüências para a saúde bucal. DICAS: 1) EMPATIA COM O CIRURGIÃO-DENTISTA: A empatia e a confiança no profissional são extremamente importantes no tratamento odontológico. Procure um profissional experiente que possa tratá-lo adequadamente. Esta não é a hora de procurar alguém que não tem experiência somente porque é seu amigo de infância. 2) FALE DOS SEUS MEDOS Falar sobre seus medos e experiências traumáticas é importante para que o profissional possa lhe tratar adequadamente. O cirurgião-dentista irá identificar a causa do seu medo e como tratá-lo adequadamente. Hoje muitos dentistas estão preparados para lidar com ansiedades dos clientes; por isso, logo na primeira consulta é importante expor receios e inseguranças. 3) NÃO SINTA VERGONHA Muitas pessoas ficam envergonhadas e constrangidas e escondem seu medo de submeter-se ao tratamento odontológico. É importante saber que muitas outras pessoas possuem o mesmo problema e que a odontofobia é um problema frequente. 4) O QUE MAIS ASSUSTA Muitas vezes o medo parece difuso, o que faz com que se torne maior e mobilize grande energia. Por isso, em muitos casos é útil discriminar esse sentimento, identificando o que provoca mais incômodo no tratamento: o motorzinho, a anestesia, o cheiro típico do consultório, o temor de sentir dor mesmo sob efeito da anestesia ou outro aspecto qualquer. 5) LIVRE-SE DE COMPROMISSOS Para as pessoas que enfrentam grande desconforto com o tratamento, “espremer” a consulta entre um compromisso e outro pode ser ainda mais estressante. Em geral, marcar um horário quando estiver menos sobrecarregado ajuda a chegar ao consultório mais relaxado. Para algumas pessoas é preferível uma hora pela manhã, já que com o passar do dia as fantasias assustadoras tendem a aumentar. 6) A INFORMAÇÃO PODE AJUDAR Você pode pedir ao dentista que lhe explique cada passo do tratamento e combinar com ele um sinal para que interrompa a ação caso a dor fique muito forte; geralmente, o fato de sentir que tem a situação sob controle o ajuda a sentir-se mais seguro. 7) RELAXE ANTES Não consuma alimentos ou bebidas excitantes, como café, chá-mate ou refrigerantes, pouco antes da consulta. É conveniente evitar estas substâncias também na noite anterior, já que a idéia é dormir bem e chegar ao consultório descansado. 8) VISITAS MAIS FREQUENTES, MENOS PROBLEMAS É recomendável fazer duas consultas de rotina por ano. Esta assiduidade, somada a uma higiene bucal correta com uso constante de fio dental, costuma reduzir a necessidade de intervenções mais invasivas – e, portanto, mais temíveis.

SOLUÇÕES:

Atualmente existe uma série de técnicas e recursos onde conseguimos tratar os pacientes com muito medo ou fobia. Tratamentos sob sedação com óxido nitroso ou até mesmo com um médico anestesista são realizados com freqüência em nosso consultório propiciando saúde e estética aos nossos pacientes.

Dr. Nelson Alves Dall`Oca - CRO SP 46586

E cirurgião-dentista com consultório em São Paulo, e possui mais de 25 anos de experiência no tratamento de pacientes com medo, tratamento com sedação, Habilitado para o uso de sedação com óxido nitroso.

Contatos:

dr.nelson@whitesmile.com.br

www.fobiadedentista.com.bre

www.whitesmile.com.br

Dr. Nelson Alves Dall`Oca - CRO SP 46586

#odontofobia #DENTISTA

0 visualização